Movimento
NOVA PÁTRIA
★ Pela libertação de nossa Pátria! ★
Bandeira do Movimento
Conhecendo o Movimento NOVA PÁTRIA
Sobre o NOVA PÁTRIA
Fundado em abril de 2016, o movimento Nova Pátria (NP), é uma organização política de viés nacionalista, inspirada no legado da ANL (Aliança Nacional Libertadora) e de personalidades de importância para a nação, como Leonel Brizola de Moura.
Enquanto movimento político, defendemos a libertação nacional, e a  busca por nossa real independência!
Hino do NOVA PÁTRIA

Avante, avante, ó Nova Pátria
Pela causa revolucionária
Na luta contra o Império e o Fascismo
Pela libertação de nossa Pátria
Na luta contra o Império e o Fascismo
Pela libertação de nossa Pátria

O imperialismo agride o nosso povo
O latifúndio faz o camponês sangrar
Saqueiam as riquezas de nossa nação
Nós não permitiremos isso sem lutar
A trajetória é longa e difícil
Requer de nós o risco e o sacrifício
Em prol de nosso povo e nosso país
Há que se cortar o mal pela raiz

Avante, avante, ó Nova Pátria

Pela causa revolucionária

Na luta contra o Império e o Fascismo

Pela libertação de nossa Pátria

Na luta contra o Império e o Fascismo

Pela libertação de nossa Pátria

Mais de 500 anos de dominação
Sobre aqueles que constroem esta Nação
Apagar a mancha de nossa história
Para que o povo viva em plena glória
O inimigo se arma ao combate
Mas queremos Nova Independência
Nós temos direito a nossa Pátria
Faremos a luta de resistência

Avante, avante, ó Nova Pátria

Pela causa revolucionária

Na luta contra o Império e o Fascismo

Pela libertação de nossa Pátria

Na luta contra o Império e o Fascismo

Pela libertação de nossa Pátria

Programa de 10 Pontos

1. Unidade pelo povo brasileiro

 

2. Lutar contra a reação com todas as nossas forças

 

3. Por um Governo Nacional, Popular e Democrático

 

4. Não pagamento da Dívida Externa e Controle da remessa de lucros

 

5. Por uma imprensa livre e patriótica e mais investimentos para o povo

 

6. Pelo Nacionalismo e Internacionalismo

 

7. Imediata Reforma Agrária e Proteção às Florestas

 

8. Nacionalização de riquezas naturais e setores estratégicos

 

9. Maior salário com menor jornada

 

10. Por uma moral emancipadora contra o moralismo e a degeneração

O Movimento NOVA PÁTRIA é uma organização de viés anti-imperialista, formada por militantes democratas, patriotas e progressistas. Nos norteamos por uma plataforma de caráter nacionalista, democrática e popular. Enquanto organização política, temos por pretensão atuar nas mais variadas frentes possíveis.

Somos um grupo de autênticos nacionalistas, defendemos a soberania de nossa nação e buscamos a verdadeira independência de nosso país. Julgamos que o Brasil foi fundado na condição de um país subalterno, ajoelhado as potências estrangeiras sob um modelo econômico agroexportador, que fez do Brasil um curral fornecedor de produtos primários às potências estrangeiras. Não só acreditamos que o Brasil foi fundado nestas condições, como até hoje, sob novas formas e roupagens, essas condições se mantêm. É contra essas amarras de dominação que lutamos.

Queremos construir paulatinamente uma mídia independente por meio da impressão e circulação informativos, elaboração de análises e textos de formação, além de reforçar nossos outros meios de comunicação do meio virtual (como o nosso site).

Nos encontros e reuniões de nossa organização um dos pontos mais prioritários serão os estudos e debates de teoria política e sobre a realidade brasileira; estudos e debates estes que já existiam há algum tempo por meio do Grupo de Estudos sobre Nacionalismo (grupo autônomo de estudantes da UFPE), e foram justamente eles que deram origem a nossa organização. Acreditamos que, se uma das funções de nossa organização é formar e informar o povo, antes de mais nada, precisamos ter uma formação teórica firme e consequente. Não adianta querer elevar o nível de consciência das massas, se não agigantarmos nossa própria formação.

Não se limitando aos estudos e a divulgação de ideias, o NOVA PÁTRIA também atuará contribuindo em manifestações de rua legítimas e entre outros atos políticos que ajudem verdadeiramente no avanço da causa popular e nacional, ao mesmo tempo que denunciará e rechaçará manifestações promovidas por vende-pátrias, entreguistas e reacionários.

Atuando nas ruas, nas universidades, escolas, nos locais de trabalho e nos demais ambientes que sejam abertos a nossa presença, nossa organização demarcará espaço, sempre dando prioridade a disseminação de nossos princípios e a divulgação do Programa Uma Nova Pátria para o Brasil (o programa político defendido por nossa organização).

Angariar prestígio entre os trabalhadores da cidade e do campo, entre os estudantes e também entre os sinceros nacionalistas das Forças Armadas (muito raros, mas que ainda podem existir) para que os mesmos se integrem a nossa organização ou que pelo menos nutram relações amistosas e de simpatia, é a nossa intenção; este é um de nossos objetivos primordiais, enquanto organização.

No atual momento de ascensão dos setores reacionários e antinacionais, precisamos mais do que nunca nos organizarmos. Deixar de agir, não deve ser uma opção. Tomar partido lutando pelo povo brasileiro e pela libertação nacional: eis a única opção viável!

Abaixo a Reação e o Imperialismo!

Pelo enfrentamento ao entreguismo e ao neofascismo!

Por nossa verdadeira independência!

Pela libertação nacional!

E por uma Nova Pátria!

Princípios Organizativos do 
MOVIMENTO NOVA PÁTRIA

(ESTATUTO PATRIÓTICO)

 

I. O Nova Pátria é uma organização nacionalista e de esquerda fundada em 27 de abril de 2016 que luta pela verdadeira independência do Brasil, e almeja nossa libertação nacional e popular. Nossos princípios políticos gerais estão definidos na carta de 10 pontos “Uma Nova Pátria para o Brasil”.

II. Nossa metodologia de organização é o centralismo democrático. Por isso prezamos por 1) uma direção coletiva, 2) pela elegibilidade das instâncias superiores pelas inferiores, e 3) pela ampla liberdade de discussão interna.

III. O Nova Pátria tem a seguinte hierarquia: 1) Conferência, 2) Comando, 3) Células.

IV. A Conferência é quando os delegados da organização se reúnem debatendo o programa, o presente estatuto, bem como as teses nacionais e internacionais. Também é onde pode-se modificar o estatuto patriótico e se elege um novo Comando.

 

V. O Comando é a instância máxima do NP. Deve ter pelo menos três membros com as seguintes funções: 1) Comandante, responsável pela formação e coesão do grupo; 2) Subcomandante de Finanças, que arrecada contribuições e cuida de nossa receita; 3) Subcomandante de Propaganda e Agitação, que cuida da divulgação de nossas ideias. No Comando pode haver quem não tenha cargo, bem como podem haver quem acumule mais de um. Novos cargos podem ser criados se o Comando considerar necessário.

VI. As Células são o contato do Nova Pátria com o povo. São compostas por no mínimo três integrantes, baseada em local de moradia, estudo, trabalho, etc. Membros do Comando podem fazer parte, ou não, da Célula. Recomenda-se a criação de um secretariado da célula formado por: 1) Secretário Político; 2) Secretário de Organização; 3) Secretário de Finanças.

VII. O ingresso de novos militantes deve ser aprovado pelo Comando e pela célula em que ele irá ingressar, sendo pré-requisito a leitura e concordância deste documento e do Programa de 10 pontos (“Uma Nova Pátria para o Brasil”). Em caso de desligamento, o militante deve comunicar aos seus dirigentes os respectivos motivos para que sejam debatidos coletivamente na reunião.

VIII. O militante tem os seguintes deveres de: 1) defender e propagar o programa de 10 pontos; 2) participar das reuniões e demais ações coletivas da Organização; 3) acatar e buscar compreender as decisões da maioria da célula e do Comando; 4) pagar contribuições à organização dentro de suas possibilidades (combinadas com o Secretário de Finanças da célula ou o Subcomandante de Finanças do NP); 5) Aperfeiçoar os estudos sobre a realidade brasileira e ler os textos indicados pelo Movimento Nova Pátria; 6) buscar convidar novos membros para a Organização.

 

IX. O militante tem os seguintes direitos: 1) Apresentar propostas e votar nas decisões coletivas; 2) ser eleito para ocupar cargos em instâncias superiores; 3) criticar internamente as deliberações e ações coletivas ou individuais de qualquer membro da Organização; 4) solicitar recurso das deliberações aprovadas; 5) procurar companheiros da Organização para auxiliá-lo em assuntos políticos ou pessoais; 6) ser membro de outras organizações ou partidos de esquerda, desde que não sejam centralizados (para não entrar em conflito com as resoluções do NP).

X. Os membros podem ser criticados ou elogiados por seus feitos. Quanto as críticas ou outras punições, elas possuem a seguinte ordem: 1) críticas fraternas; 2) advertência formal; 3) perda de cargo, caso ocupe; 4) suspensão temporária de atividades políticas; 5) desligamento do Movimento Nova Pátria.

XI. O patrimônio do Nova Pátria será formado por doações, promoção de eventos, contribuições de militantes e amigos da organização, auxílio de entidades, etc.

 

XII. Este Estatuto Patriótico entra em vigor na data de sua aprovação e só pode ser alterado na Conferência por dois terços dos membros presentes ou pelo Comando por consenso. Casos omissos nesses itens serão resolvidos pelo Comando.

CONHEÇA A NOSSA LIVRARIA! COMPRE OS NOSSOS TÍTULOS!