CONHEÇA A NOSSA LIVRARIA! COMPRE OS NOSSOS TÍTULOS!

Movimento
NOVA PÁTRIA
★ Pela libertação de nossa Pátria! ★
Bandeira do Movimento
Uma Nova Pátria para o Brasil
Sobre o NOVA PÁTRIA
Fundado em abril de 2016, o movimento Nova Pátria (NP), é uma organização política de viés nacionalista, inspirada no legado da ANL (Aliança Nacional Libertadora) e de personalidades de importância para a nação, como Leonel Brizola de Moura.
Enquanto movimento político, defendemos a libertação nacional, e a  busca por nossa real independência!
Hino do NOVA PÁTRIA

Avante, avante, ó Nova Pátria
Pela causa revolucionária
Na luta contra o Império e o Fascismo
Pela libertação de nossa Pátria
Na luta contra o Império e o Fascismo
Pela libertação de nossa Pátria

O imperialismo agride o nosso povo
O latifúndio faz o camponês sangrar
Saqueiam as riquezas de nossa nação
Nós não permitiremos isso sem lutar
A trajetória é longa e difícil
Requer de nós o risco e o sacrifício
Em prol de nosso povo e nosso país
Há que se cortar o mal pela raiz

Avante, avante, ó Nova Pátria

Pela causa revolucionária

Na luta contra o Império e o Fascismo

Pela libertação de nossa Pátria

Na luta contra o Império e o Fascismo

Pela libertação de nossa Pátria

Mais de 500 anos de dominação
Sobre aqueles que constroem esta Nação
Apagar a mancha de nossa história
Para que o povo viva em plena glória
O inimigo se arma ao combate
Mas queremos Nova Independência
Nós temos direito a nossa Pátria
Faremos a luta de resistência

Avante, avante, ó Nova Pátria

Pela causa revolucionária

Na luta contra o Império e o Fascismo

Pela libertação de nossa Pátria

Na luta contra o Império e o Fascismo

Pela libertação de nossa Pátria

Programa de 12 Pontos

1. Defendemos a unidade entre as organizações de esquerda, progressistas e patrióticas na luta do povo brasileiro!

 

2. O povo brasileiro tem o direito a usar todos os meios necessários na luta por dignidade e por nossa real independência!

 

3. Reivindicamos o estabelecimento de um governo nacional, popular e democrático!

 

4. O dinheiro público não pode ser desperdiçado com banqueiros e especuladores internacionais por meio da dívida externa!

 

5. Respeito à soberania nacional e à soberania dos povos, e em defesa da cooperação internacionalista contra o imperialismo!

 

6. Queremos a reforma agrária, a garantia dos direitos do povo pobre do campo e a proteção de nossas florestas!

 

7. Os setores econômicos estratégicos e essenciais ao povo não devem ficar nas mãos da iniciativa privada!

 

8. Elevação dos salários, redução da jornada de trabalho para seis horas diárias e a criação de conselhos populares!

 

9. Combate ao racismo, à homofobia e ao machismo. Defendemos o direito do povo indígena de viver em suas terras tradicionais e um Estado verdadeiramente laico!

 

10. Defendemos a construção de uma moral nova e emancipadora. Repudiamos o conservadorismo e a degeneração moral que nos é imposta!

 

11. Investimento massivo na educação, saúde, transporte e habitação!

12. Estabelecimento de um tribunal especial para apurar crimes praticados contra o povo, desde a corrupção às arbitrariedades e violências cometidas contra os pobres e os lutadores sociais!

O Movimento NOVA PÁTRIA é uma organização política de caráter ideológico antifascista e anti-imperialista, sendo formada por militantes democratas, patriotas e progressistas.

 

Referenciamo-nos no legado do movimento popular e nacionalista brasileiro, que vai desde a fundação da Aliança Nacional Libertadora (ANL) em 1935, passando pela campanha do “petróleo é nosso!”, pela resistência ao regime militar-fascista, e que teve como seu último grande expoente o companheiro e líder político Leonel Brizola, um dos maiores defensores da nossa nação e do povo brasileiro.

Enquanto organização, o Movimento NOVA PÁTRIA norteia-se por determinadas concepções políticas; sintetizamos tais concepções numa plataforma nacionalista e democrática de 12 pontos, contendo princípios e posições, além de propostas concretas para serem aplicadas no Brasil. É um programa político de transformações, baseado em demandas históricas de nosso povo e de nossa nação.

PLATAFORMA NACIONALISTA E DEMOCRÁTICA DE 12 PONTOS

1. Defendemos a unidade entre as organizações de esquerda, progressistas e patrióticas na luta do povo brasileiro!

Defendemos a construção da mais ampla unidade entre as organizações de esquerda, progressistas e patrióticas. Acreditamos que é preciso lutar contra o sectarismo, tanto quanto contra a inércia e a passividade. Nossa luta será desfechada contra o imperialismo, contra o latifúndio, contra o fascismo, os grandes monopólios e contra os grandes especuladores e parasitas que atuam no país.

2. O povo brasileiro tem o direito a usar todos os meios necessários na luta por dignidade e por nossa real independência!

Defendemos categoricamente o direito do povo a usar todos os meios que julgar necessário na sua luta pela libertação nacional, pois o imperialismo não hesita em violar as instituições e a legalidade sempre que seus interesses estão sendo contrariados. Na América Latina, sempre que as reformas de caráter popular e nacionalista estavam para serem implementadas por vias legais, o imperialismo norte-americano promoveu golpes de Estado, derrubando governos democraticamente eleitos e apoiando sempre a instalação de regimes de caráter militar-fascista alinhados aos seus interesses. Tendo ciência dessas recorrentes práticas tanto do imperialismo como dos setores mais reacionários da elite brasileira, reiteramos que atuaremos na mobilização do povo brasileiro pelas vias legais e democráticas mas apoiaremos o direito do povo de se defender com qualquer meio necessário sempre que estiverem ameaçados os mais legítimos interesses do país e do povo brasileiro.

3. Reivindicamos o estabelecimento de um governo nacional, popular e democrático!

Reivindicamos um governo nacional, democrático e popular, que garanta eleições livres e transparentes, mas sem a interferência do poder econômico, e que tenha como meta essencial erradicar a miséria, a fome, o analfabetismo, a corrupção e o desemprego.

4. O dinheiro público não pode ser desperdiçado com banqueiros e especuladores internacionais por meio da dívida externa!

Pelo não pagamento da dívida externa e maior controle da remessa de lucros para o estrangeiro. Estatização do sistema financeiro e a nacionalização dos bancos e sua unificação em um único banco nacional. Imposto progressivo sobre as grandes fortunas e propriedades. Combate a inflação com o congelamento dos preços dos produtos primários e essenciais ao povo.

5. Respeito à soberania nacional e à soberania dos povos, e em defesa da cooperação internacionalista contra o imperialismo!

Defendemos a soberania nacional e o respeito à soberania dos povos, através da implementação de uma política externa independente. Lutamos pela integração latino-americana e pela cooperação ativa com os demais países antiimperialistas.

6. Queremos a reforma agrária, a garantia dos direitos do povo pobre do campo e a proteção de nossas florestas!

Aplicação imediata da reforma agrária, confisco das grandes propriedades e a não indenização dos grandes proprietários de terra. Combate intransigente aos Agrotóxicos, abolição do agronegócio e criação de um novo código florestal que possa verdadeiramente garantir a preservação de nossas florestas, conjuntamente com a expulsão das empresas imperialistas que operam na Amazônia.

7. Os setores econômicos estratégicos e essenciais ao povo não devem ficar nas mãos da iniciativa privada!

Reestatização das empresas que foram privatizadas durante os governos neoliberais, retomando para o Estado todas as empresas de caráter estratégico, como energia e transportes, e nacionalizando todas nossas riquezas naturais, como as minas, o petróleo, etc.

8. Elevação dos salários, redução da jornada de trabalho para seis horas diárias e a criação de conselhos populares!

Elevação do salário dos trabalhadores, melhoria das condições de trabalho, assim como a redução da jornada para seis horas diárias. Defendemos também a criação de conselhos populares para fiscalizar o poder público e garantir do Estado suas demandas, bem como garantir o controle social dos grandes meios de comunicação, mas assegurando sua autonomia e independência do poder público. Defendemos categoricamente a garantia da liberdade de imprensa, assim como a mais ampla liberdade de organização e de expressão.

9. Combate ao racismo, à homofobia e ao machismo. Defendemos o direito do povo indígena de viver em suas terras tradicionais e um Estado verdadeiramente laico!

 

Combatemos o racismo, a homofobia e o machismo.  Defendemos a libertação do povo negro, dos homossexuais e das mulheres nas suas lutas diárias pela igualdade de direitos e deveres para todos os cidadãos. É preciso que o Estado garanta o respeito a cultura afro, suas crenças, símbolos, valores e tradições. Defendemos a soberania do povo indígena e o seu direito a viver segundo suas normas e sua cultura, e pela demarcação em suas terras tradicionais. O Estado deve ser de fato laico, sem que as instituições religiosas ou seus representantes possam intervir em assuntos de Estado, mas garantindo a liberdade de crença e de religião para todos.

10. Defendemos a construção de uma moral nova e emancipadora. Repudiamos o conservadorismo e a degeneração moral que nos é imposta!

Reivindicamos a defesa de uma nova moral compatível com nossos princípios. Repudiamos tanto o conservadorismo ultrapassado quanto a degeneração moral que imperialismo impõe à nossa sociedade. Defendemos uma cultura emancipadora, livre da alienação, que vá de encontro à indústria cultural imperialista, que provoca a massificação, os vícios, a perversão sexual, o consumismo e a inércia.

11. Investimento massivo na educação, saúde, transporte e habitação!

Investimento urgente e massivo na educação, na saúde, nos transportes e na habitação. É preciso garantir para já o livre acesso dos jovens a uma educação de qualidade; a construção de habitações dignas para que ninguém mais viva na rua; a implantação de uma rede de transportes públicos acessível para todos e de qualidade; e a a construção de hospitais, postos de saúde e clínicas populares, para que nossa rede de saúde pública seja de primeiro nível. Com o não pagamento dos juros da dívida externa, teremos receitas suficientes para oferecer serviços públicos de qualidade para toda a população, bem como a aplicação de investimentos dignos na produção científica e no desenvolvimento tecnológico, assim como nos esportes, na cultura nacional e popular, no saneamento básico e na construção de diversas praças públicas e áreas de lazer.

12. Estabelecimento de um tribunal especial para apurar crimes praticados contra o povo, desde a corrupção às arbitrariedades e violências cometidas contra os pobres e os lutadores sociais!

Defendemos o estabelecimento de um tribunal especial para apurar os crimes praticados contra o povo. O objetivo seria punir não apenas os torturadores e traidores da pátria que massacraram milhares de militantes patriotas e democratas durante a ditadura militar-fascista, como também os crimes que ocorreram após a redemocratização, desde a corrupção às arbitrariedades e violências que até hoje são cometidas contra os pobres e os lutadores sociais. Todos os terríveis atos cometidos contra o povo brasileiro devem ser apurados e exemplarmente punidos. Nossa luta patriótica não será jamais por vingança, mas tão somente pela paz, e só poderá haver paz com justiça e com a conquista de nossa verdadeira independência!