Publicações e Posts


 

Esta é a seção de Postagens e Publicações, partilhadas pelos distintos sites vinculados ao Jornal A Pátria. Para retornar a seção ou blog que estava anteriormente, basta clicar nela abaixo (ou voltar no navegador):

Ciro diz que Bolsonaro 'é um projetinho de Hitlerzinho tropical'

Candidato do PDT classificou oponente de 'projetinho de Hitler tropical' e também atacou Geraldo Alckmin.

BRASÍLIA — A uma plateia de reitores de universidades, o candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, disse nesta quarta-feira que quem vota em Jair Bolsonaro (PSL), seu oponente, é "inimigo da pátria" e quer que o Brasil morra.


Perguntado sobre a crítica de Bolsonaro sobre escolas que supostamente incentivam meninos a brincarem de boneca, Ciro disse que isso é uma "imensa baboseira", e o comparou ao nazista alemão Adolf Hitler.

— Isso é de uma ignorância estapafúrdia. Só que ele não é ignorante, esse cara passou na academia militar das Agulhas Negras, ele é um mistificador perigoso, é um fascista, é um projetinho de Hitlerzinho tropical e muito mal preparado, porque o Hitler pelo menos era um intelectual razoável — comparou Ciro Gomes, antes da palestra aos acadêmicos.

Não é a primeira vez que Ciro ataca Bolsonaro, que lidera as intenções de votos em um cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, virtualmente inelegível pela Lei da Ficha Limpa.


Ciro afirmou também que Bolsonaro é um "mistificador perigoso, um projeto de Hitler mal preparado".

— O cara que vota no Bolsonaro está querendo que o Brasil morra, está querendo que a minha nação seja destruída. Não quero saber disso. Para mim, isso é um inimigo da pátria, e vou lutar contra eles como tal — disse Ciro.

Ao chegar a um evento sobre educação da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Ciro relembrou a jornalistas o episódio em que Bolsonaro agrediu verbalmente a colega deputada Maria do Rosário (PT-RS), e disse que não a estuprava porque ela era feia.


O pedetista citou que 60 mil mulheres são estupradas por ano, e insinuou que a postura do oponente pode ter servido de estímulo a estupradores.

— Há uma fração que está se lixando se 60 mil mulheres foram estupradas, fazem até piada, dizem para uma colega, como o Bolsonaro disse, que não estupra ela porque 'é feia'. Quantos desses estupros aconteceram porque o cara está escorado num candidato popular? — questionou.

O candidato também desferiu golpes a outros oponentes, como o tucano Geraldo Alckmin.


Para ele, a campanha do concorrente está "muito desorientada", ao prometer crédito com juro zero para pequenos empreendedores.


O GLOBO

2 visualizações

CONHEÇA A NOSSA LIVRARIA! COMPRE OS NOSSOS TÍTULOS!