Publicações e Posts


 

Esta é a seção de Postagens e Publicações, partilhadas pelos distintos sites vinculados ao Jornal A Pátria. Para retornar a seção ou blog que estava anteriormente, basta clicar nela abaixo (ou voltar no navegador):

“Como se diferencia o proletário do escravo?”, Engels responde

Atualizado: 19 de Dez de 2019

(Fragmento de 1848 selecionado por Bruno Torres, em 21 de março de 2018).

“Como se diferencia o proletário do escravo?”.


Engels responde:


O escravo está vendido de uma vez para sempre; o proletário tem de se vender a si próprio diariamente e hora a hora.


O indivíduo escravo, propriedade de um senhor, tem uma existên-cia assegurada, por muito miserável que seja, em virtude do interesse do senhor; o indivíduo proletário – propriedade, por assim dizer, de toda a classe burguesa –, a quem o trabalho só é comprado quando alguém dele precisa, não tem a existência assegurada. Esta existência está apenas assegurada a toda a classe dos proletários.


O escravo está fora da concorrência, o proletário está dentro dela e sente todas as suas flutuações.


O escravo vale como uma coisa, não como um membro da sociedade civil; o proletário é reconhecido como pessoa, como membro da sociedade civil.


O escravo pode, portanto, levar uma existência melhor do que a do proletário, mas o proletário pertence a uma etapa superior do desenvolvimento da sociedade e está ele próprio numa etapa superior à do escravo.


O escravo liberta-se ao abolir, de entre todas as relações de propriedade privada, apenas a relação de escravatura e ao tornar-se, assim, ele próprio proletário…


Já o proletário só pode libertar-se ao abolir a propriedade privada em geral.


(ENGELS, Friedrich. Princípios Básicos do Comunismo, 1847).


33 visualizações

CONHEÇA A NOSSA LIVRARIA! COMPRE OS NOSSOS TÍTULOS!