Publicações e Posts


 

Esta é a seção de Postagens e Publicações, partilhadas pelos distintos sites vinculados ao Jornal A Pátria. Para retornar a seção ou blog que estava anteriormente, basta clicar nela abaixo (ou voltar no navegador):

"Eles tiram dinheiro do povo com sanções e depois falam em salvá-los": Danny Glover sobre Venezuela

O ator e ativista criticou os interesses econômicos por trás do governo dos EUA na crise política do país sul-americano.


Ator Danny Glover chega na estréia de 'The Old Man & the Gun'. 10 de setembro de 2018

O ator e ativista americano Danny Glover, criticou as sanções impostas pela Casa Branca contra a Venezuela, considerando que fazem parte de um plano que afeta apenas o povo e coloca em risco as conquistas alcançadas pela Revolução Bolivariana nos últimos 20 anos.


"Você pega os bilhões de dólares que legitimamente pertenciam aos venezuelanos, impõe sanções para que eles não possam usar seu próprio dinheiro e recursos, e depois os salvam", disse Glover em entrevista à rede de notícias Real News Network. alusão à atitude de Washington contra Caracas.


Glover explicou que as políticas neoliberais que privilegiam a exploração dos recursos naturais na América Latina são elementos necessários para entender o que está acontecendo na Venezuela.



Para o ator americano, a situação que atravessa a nação caribenha é o resultado de um plano muito conciso para causar um colapso: "Todas essas forças conspiratórias estavam lá (...) para minar a vontade do povo", disse ele.


Questionado pelo caso dos governos do Canadá e dos Estados Unidos, que têm interesses na indústria de mineração e petróleo na Venezuela, Glover apontou que essas corporações multinacionais são as que podem estar por trás do agravamento da crise econômica no país caribenho.


"As corporações governam o mundo, ditam a política, podem até criar uma crise cambial que desestabiliza as economias", disse Glover.


As declarações do ator acontecem em meio a pressões internacionais para que o governo do presidente Maduro "facilite" a entrada da "ajuda humanitária" de Washington para a Venezuela, um fato que Caracas denuncia como "show" da Casa Branca. tentar corroer o respeito das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (FANB) à Constituição e encorajar a "intervenção estrangeira".



Por RT

400 visualizações

CONHEÇA A NOSSA LIVRARIA! COMPRE OS NOSSOS TÍTULOS!