Publicações e Posts


 

Esta é a seção de Postagens e Publicações, partilhadas pelos distintos sites vinculados ao Jornal A Pátria. Para retornar a seção ou blog que estava anteriormente, basta clicar nela abaixo (ou voltar no navegador):

Kim Jong-un chega à Rússia para participar de encontro com Putin

Líder norte-coreano viajou de trem blindado até Vladivostok, onde a cúpula acontecerá na quinta-feira. Essa é a primeira vez que ele visita o país.

Líder norte-coreano Kim Jong-un passa em revista às tropas ao chegar a Vladivostok nesta quarta-feira (24) — Foto: Kirill Kudryavtsev / AFP

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, chegou nesta quarta-feira (24) a Vladivostok, na Rússia, onde se encontrará com o presidente Vladimir Putin na quinta-feira (25). Essa é a primeira vez que Kim visita o país.


Pouco depois de cruzar de trem a fronteira russo-coreana, ele disse “estar feliz por pisar em solo russo” e que esta não será a sua última visita: "é apenas o primeiro passo".


O trem blindado do líder norte-coreano chegou às 10h30 (hora local) à estação de Khasan, onde foi recebido pelo vice-ministro das Relações Exteriores russo, Igor Morgulov, e outras autoridades, entre elas o ministro do Desenvolvimento do Extremo Oriente, Aleksandr Kozlov.

O líder norte-coreano Kim Jong-un é recebido em estação de trem em Khasan, na Rússia — Foto: Primorsky Krai / Alexander Safronov / via REUTERS

Ele foi presenteado com flores, pão e sal - uma tradição russa para receber os hóspedes -, segundo relato da agência Tass.


Horas depois de ser recebido em Khasan, ele chegou a Vladivostok.

O líder norte-coreano Kim Jong-un é recebido em estação de trem em Khasan, na Rússia — Foto: Primorsky Krai / Alexander Safronov / via REUTERS

Encontro


O encontro dos dois líderes foi preparado em sigilo por "questões de segurança", de acordo com o Kremlin. Eles vão discutir o fim dos testes nucleares e de mísseis da península coreana, assim como questões regionais de segurança e temas bilaterais.


De acordo com a CNN, os dois líderes não planejaram assinar acordos ou fazer pronunciamentos conjuntos.

Kim Jong-un participa de reunião com oficiais russos em sua chegada a Khasan, na Rússia — Foto: Serviço de Imprensa da Administração de Primorsky Krai / Alexander Safronov / via Reuters

Relações estagnadas entre Coreia do Norte e EUA


A visita de Kim à Rússia acontece em um momento em que as relações entre Pyongyang e Washington estão estagnadas. Kim Jong-Un se encontrou com Trump pela primeira vez em 2018.


Porém, desde então, não aconteceram grandes avanços. A Coreia do Norte devolveu restos mortais que seriam de soldados americanos que lutaram na Guerra da Coreia de 1950-1953, como tinha acordado.


Pyongyang não aceita a condição imposta pelos EUA para suspenderem as sanções: o abandono da produção de armas nucleares seja feito de forma completa, irreversível e verificável.


Embora tenham mantido um tom amigável, a segunda reunião entre Trump e Kim, que aconteceu em Hanói, em fevereiro deste ano, terminou antes do previsto e sem avanços. A Coreia do Norte pleiteava um alívio nas sanções em troca de alguns passos em direção à desnuclearização.


Os EUA reconhecem que a Coreia do Norte está se desfazendo de alguns centros nucleares, mas não concordam em retirar as sanções antes da desnuclearização completa, coisa que a Coreia alega não aceitar.


Kim já demonstrou sua insatisfação. Ele afirmou que só está interessado em se reunir novamente com Trump se os EUA adotarem uma atitude mais flexível e deu até o fim deste ano para que os norte-americanos flexibilizem as medidas contra o governo norte-coreano.

Com informações do G1.

CONHEÇA A NOSSA LIVRARIA! COMPRE OS NOSSOS TÍTULOS!