Publicações e Posts


 

Esta é a seção de Postagens e Publicações, partilhadas pelos distintos sites vinculados ao Jornal A Pátria. Para retornar a seção ou blog que estava anteriormente, basta clicar nela abaixo (ou voltar no navegador):

1 a cada 5 jovens dos EUA consideram Josef Stálin e Kim Jong-Un ‘Heróis’

Atualizado: 3 de Jan de 2019

Um em cada cinco jovens (especificamente millennials) coloca Josef Stálin e Kim Jong-Un na categoria de “heróis”, de acordo com uma pesquisa publicada nesta quinta-feira.

A pesquisa demonstrou um aumento na aceitação do socialismo e do comunismo entre os millennials americanos e foi publicada pelo grupo anticomunista conhecido como "Fundo Memorial às Vítimas do Comunismo". Metade dos millennials e um terço dos americanos prefeririam residir em uma nação socialista ou comunista em vez de uma democracia capitalista, também, de acordo com a mesma pesquisa.

“Um em cada cinco (23%) dos americanos entre 21 e 29 anos considera o líder soviético Josef Stalin um 'herói'; 26% para Vladimir Lênin; 23% para Kim Jong-Un”, observa o estudo.

Além disso, mais de um quinto da geração do milênio pesquisada teve uma opinião positiva de Karl Marx.

"Os millennials estão cada vez mais se afastando do capitalismo e em direção ao socialismo e até mesmo ao comunismo como uma alternativa viável", disse Marion Smith, diretora executiva da Victims of Communism, no comunicado de imprensa obtido pela The Daily Caller News Foundation. “Essa virada preocupante destaca o analfabetismo histórico disseminado na sociedade americana em relação ao socialismo e ao fracasso sistêmico de nosso sistema educacional de ensinar os estudantes sobre o genocídio, a destruição e a miséria causada pelo comunismo desde a Revolução Bolchevique há cem anos", disseram.

Enquanto 56% dos "baby boomers" aprovaram o capitalismo em comparação com 26% que favoreceram o socialismo, 39% dos millennials entrevistados tiveram uma impressão positiva do socialismo.

Mas enquanto 53% dos millennials entrevistados acreditam que a economia dos EUA os prejudicou, dois terços dos membros da geração Z de 16 a 20 anos acreditam que o sistema econômico do país os beneficia. Em primeira mão no português pelo Jornal A Pátria, com informações The Daily Caller

CONHEÇA A NOSSA LIVRARIA! COMPRE OS NOSSOS TÍTULOS!