Publicações e Posts


 

Esta é a seção de Postagens e Publicações, partilhadas pelos distintos sites vinculados ao Jornal A Pátria. Para retornar a seção ou blog que estava anteriormente, basta clicar nela abaixo (ou voltar no navegador):

No Rio, Witzel reintegra policiais que foram presos acusados de envolvimento com milícia

Atualizado: 23 de Ago de 2019

Os irmãos Christiano Gaspar Fernandes e Giovanni Gaspar Fernandes foram denunciados à Justiça pelos crimes de formação de quadrilha e peculato, sob a acusação de venderem armas apreendidas.

Coluna do jornalista Ancelmo Gois, na edição deste sábado (6) do jornal O Globo, revela que  o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel autorizou a reintegração de dois inspetores de polícia acusados de ligação com milícias. Eles foram presos em 2011 na Operação Guilhotina, da Polícia Federal em conjunto com a extinta Secretaria de Segurança e o Ministério Público estadual.


Os irmãos Christiano Gaspar Fernandes e Giovanni Gaspar Fernandes foram denunciados à Justiça pelos crimes de formação de quadrilha e peculato, sob a acusação de venderem armas apreendidas. Ambos foram condenados em primeira instância. Em março passado, porém, a 2ª instância do Tribunal de Justiça do Rio absolveu os inspetores. O caso corre em segredo de justiça.


A demissão dos agentes, assinada pelo ex-secretário de Segurança José Mariano Beltrame, foi publicada no Diário Oficial em 13 de setembro de 2016. Em julho de 2018, o governador Luiz Fernando Pezão revisou o posicionamento de Beltrame e sustou a demissão.


O decreto de Witzel cita o acórdão da ação em 2ª instância que analisou o caso dos inspetores. De acordo com o andamento, o acórdão foi publicado em 14 de março, mas segue em segredo de justiça. A reintegração de Witzel ocorreu duas semanas depois. A decisão foi da 7ª Câmara Criminal e teve como relator do caso o desembargador Sidney Rosa da Silva.


Via Revista Fórum

CONHEÇA A NOSSA LIVRARIA! COMPRE OS NOSSOS TÍTULOS!