Publicações e Posts


 

Esta é a seção de Postagens e Publicações, partilhadas pelos distintos sites vinculados ao Jornal A Pátria. Para retornar a seção ou blog que estava anteriormente, basta clicar nela abaixo (ou voltar no navegador):

Protesto nesta quarta-feira no centro do Recife, o caos e a desordem tomam conta

Um novo confronto entre policiais militares e manifestantes do chamado 'Black Bloc' aconteceu, na noite desta quarta-feira (21), durante um protesto pela implantação do Passe Livre, em frente ao prédio da Câmara Municipal dos Vereadores. Os PMs lançaram bombas de efeito moral e dispararam balas de borracha. Alguns comerciantes foram alvo de arrastões. Uma fonte relatou que vândalos entraram em um ônibus e tomaram pertences de passageiros e o dinheiro apurado pelo cobrador. A informação ainda não foi confirmada pela Polícia Militar.


Um grupo mais radical de aproximadamente 20 pessoas, membros de um movimento denominado "Unidade Vermelha", teria depredado o edifício onde funciona a Câmara, na rua Santa Isabel, forçando a polícia a agir. Houve resistência. Há relatos que os integrantes do grupo utilizaram táticas de guerrilha para atacar os policiais. Eles tinham em punho escudos artesanais, vestiam máscaras e se revezavam no ataque. O clima ficou tenso e houve muita correria. Dois garis e dois transeuntes teriam se ferido.


Durante o ato, uma motocicleta da CTTU foi incendiada e uma estação de bicicletas foi destruída. Uma viatura do Corpo de Bombeiros foi atacada com coquetéis molotov. O prédio da Câmara teve as vidraças quebradas. Um ônibus da empresa Caxangá foi totalmente incendiado, na Rua do Príncipe. Outros três coletivos, que estavam estacionados atrás, foram completamente destruídos.


De acordo com um dos integrantes do Movimento pela Luta do Passe Livre, identificado apenas como Pedro, o intuito do protesto era inteiramente pacífico, entretanto, após a ação da polícia ainda na Conde da Boa Vista, os manifestantes se revoltaram e decidiram partir para o vandalismo. "O movimento da Luta pelo Passe Livre não se responsabiliza pelos atos de vandalismo que ocorreram nesta tarde, cada um age individualmente. O movimento começou pacífico e só deixou de ser quando a polícia chegou se prevalecendo da violência. Por conta disso, houve a revolta", disse o membro.


Apesar do fim da manifestação e da liberação da Cruz Cabugá e da rua Santa Isabel, o trânsito tornou-se ainda mais caótico que o usual no Centro. Participaram da manifestação policiais militares, da Rádio Patrulha, da Tropa de Choque, além de agentes da CTTU e homens do Corpo de Bombeiros. 


Manifestantes que protestavam pela implantação do Passe Livre entraram em confronto com a Tropa de Choque durante passeata na tarde desta quarta-feira (21) na avenida Conde da Boa Vista, Centro do Recife. Há informações de que algumas pessoas subiram em ônibus e depredaram alguns estabelecimentos e coletivos, inclusive a área externa do cinema São Luiz foi atingida. Para controlar o grupo mais exaltado, a polícia precisou lançar bombas de gás lacrimogêneo e disparar balas de borracha. Houve correria e tumulto. Duas pessoas ficaram feridas. Não há informações sobre prisões. De acordo com a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), o trânsito na avenida foi liberado.


Munidos de faixas, cartazes e bradando gritos de guerra, o grupo, com cerca de 150 manifestantes, tomou a avenida para exigir a abertura de uma CPI na Câmara dos Vereadores, para investigar as empresas de ônibus, além de uma audiência com o prefeito Geraldo Julio e que o pedido de tramitação do Projeto de Lei do Passe Livre para estudantes seja reafirmado. Os integrantes da Frente de Luta pelo Transporte Público realizaram a primeira ocupação no último dia 8. Eles estiveram reunidos desde às 13h, na frente da Escola Estadual Luiz Delgado, que fica na praça 13 de Maio, no centro do Recife.


Informações da FolhaPE

3 visualizações

CONHEÇA A NOSSA LIVRARIA! COMPRE OS NOSSOS TÍTULOS!